5 Filmes que mostram os defeitos do capitalismo

O Capitalismo é utilizado em diversos países como EUA, Inglaterra, França, Brasil, entre outros. Mesmo sendo o sistema econômico dessas potências, ele também apresenta defeitos e hoje trouxe 5 filmes que abordam eles:

Eu, Daniel Blake (2016) – Ken Loach

Após sofrer um ataque cardíaco e ser desaconselhado pelos médicos a retornar ao trabalho, Daniel Blake (Dave Johns) busca receber os benefícios concedidos pelo governo a todos que estão nesta situação. Entretanto, ele esbarra na extrema burocracia instalada pelo governo, amplificada pelo fato dele ser um analfabeto digital. Numa de suas várias idas a departamentos governamentais, ele conhece Katie (Hayley Squires), a mãe solteira de duas crianças, que se mudou recentemente para a cidade e também não possui condições financeiras para se manter. Após defendê-la, Daniel se aproxima de Katie e passa a ajudá-la.

Citação do Diretor:

“Bem, o problema de um país rico é que ele só é rico para algumas pessoas. Ainda existe um grupo grande de pessoas pobres. Isso por um motivo que conhecemos muito bem, mas nos recusamos a admitir, o de que a nossa sociedade é capitalista e baseada num modo de produção capitalista, o que gera pessoas muito ricas e cria uma classe trabalhadora grande e exploradora.” Citação de Ken Loach, diretor do filme.

Clube da Luta (1999) – David Fincher

Quando o capitalismo não nos mata de fome, mata-nos de aborrecimento. O Narrador do filme interpretado por Edward Norton, consome-se entre catálogos IKEA e o cansaço de suar otina. Alienado dentro do seu trabalho, da sociedade e de si próprio, conhece Tyler Durden um perigoso maníaco que pretender explodir o mundo financeiro.
O Filme traz diversas críticas ao excesso de consumismo dentro do sistema capitalista e traz um incrível plot twist ao seu fim.

Tempos Modernos (1936) – Charlie Chaplin

Um operário de uma linha de montagem, que testou uma “máquina revolucionária” para evitar a hora do almoço, é levado à loucura pela “monotonia frenética” do seu trabalho. Após um longo período em um sanatório ele fica curado de sua crise nervosa, mas desempregado. Ele deixa o hospital para começar sua nova vida, mas encontra uma crise generalizada e equivocadamente é preso como um agitador comunista, que liderava uma marcha de operários em protesto. Simultaneamente uma jovem rouba comida para salvar suas irmãs famintas, que ainda são bem garotas. Elas não tem mãe e o pai delas está desempregado, mas o pior ainda está por vir, pois ele é morto em um conflito. A lei vai cuidar das órfãs, mas enquanto as menores são levadas a jovem consegue escapar.
O Filme critica os excessos das linhas de produção dentro do capitalismo e ficou marcado na história sendo passado em diversas escolas.

Diários de Motocicleta (2004) – Walter Salles

Che Guevara (Gael García Bernal) era um jovem estudante de Medicina que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, conhecendo novos lugares e pessoas. Em Machu Pichu a dupla conhece uma colônia de leprosos e questiona a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.
O Longa-metragem é uma parceria entre Argentina, Chile, EUA, Peru, França. Alemanha e Reino Unido e traz diversos dialógos falando sobre os problemas do sistema capitalista.

Apocalypse Now (1979) – Francis Ford Coppola

O Capitão Willard (Martin Sheen) recebe a missão de encontrar e matar o comandante das Forças Especiais, Coronel Kurtz (Marlon Brando), que aparentemente enlouqueceu e se refugiou nas selvas do Camboja, onde comanda um exército de fanáticos.
O Filme mostra às atrocidades da Guerra do Vietnã e traz um dos melhores filmes de Guerra do cinema.

Comentários
Compartilhar:

Vinicius Bitelo

“O mundo mudou, posso senti-lo na água, posso senti-lo na terra, posso senti-lo no ar, muito do que havia está perdido, pois nenhum dos que se lembra, está vivo. “