Diretor de Black Mirror fala sobre final de San Junipero e idéias para um spin-off

O episódio mais aclamado dessa 3ª temporada de Black Mirror é sem dúvida San Junipero que traz uma animada Califórnia em 1987  e uma trilha sonora excelente, onde se tornou o episódio favorito e o lugar onde o público queria viver, podemos dizer que foi um alivio no meio de tantos fardos atuais que a série nos faz refletir.

San Junipero conta o romance de Yorkie (Mackenzie Davis) e Kelly (Gugu Mbatha-Raw). Ambas eventualmente usam o universo de San Junipero para uma terapia em uma realidade virtual, onde os mais velhos ou enfermos podem visitar a cidade em sua consciência. O episódio foi elogiado pela crítica, e aceito pela maioria do público. À medida que a popularidade de San Junipero cresce, há também teorias sobre o final. O The Hollywood Reporter, entrevistou o diretor Owen Harris que confirmou que Yorkie e Kelly realmente passarão a eternidade juntas, embora descreva os fatos como longe de um final feliz.

O diretor comenta sobre a escolha da ambientação de 1980; “Filmes da década de 1980 foram os que cresci assistindo, me lembro que foi um período na vida realmente otimista. Mesmo que você às vezes esteja lidando com assuntos mais escuros, sempre parece haver um tipo de otimismo. Eu não sei se isso tem a ver com o tom ou humor da época, ou apenas a forma como as pessoas estavam se aproximando de um tipo diferente para viver. Havia um forte senso de otimismo e essa é a ideia”.

01

“O que é bom em Black Mirror é que no final os episódios acabam dizendo muito sobre tudo. Mesmo que superficialmente você foi deixado assumir um sentimento feliz e de otimismo, no fundo fala sobre as decisões que fazemos. Eu pergunto; O que você faria? Você escolheria San Junipero? Funciona de diferentes maneiras”. comenta o diretor após questionado sobre o final “feliz” do episódio.

“Eu acho que o final é agridoce, mais doce que amargo. Mas no final aprendemos muito sobre Kelly, e a decisão que ela tem que tomar, e o fato de perder a filha e seu marido e agora viver eternamente com Yorkie. Há algo interessante nessas escolhas. Você iria para lá se outras pessoas que você amava não foram capazes de se juntar a você?” continua a comentar sobre o final.

screen-shot-2016-11-01-at-53450-pmpng

O diretor também foi questionado sobre a possibilidade de outras versões de San Juniper e a possibilidade de uma versão spin-off.

“Seria bom, não é? Seria divertido uma sequência de San Junipero. Mas se houver uma possibilidade, Charlie Brooker já está escrevendo (…) Eu tenho certeza que nos próximos dois ou três anos as pessoas vão fazer suas próprias versões de San Junipero e elas estarão no YouTube, e em toda parte. Mas se nos produziremos um? Não sei. Eu adoraria.”

O diretor comenta também que Charlie Brooker já está filmando os próximos seis episódios para a quarta temporada, mas comenta que não sabe se voltará a dirigir mais algum episódio.

Música que toca no final do episódio:

 


Comentários
Compartilhar:

Vinicius Bitelo

“O mundo mudou, posso senti-lo na água, posso senti-lo na terra, posso senti-lo no ar, muito do que havia está perdido, pois nenhum dos que se lembra, está vivo. “